Notícia:

31 MAR 2016

A MMA – Mobile Marketing Association –, desenvolveu uma pesquisa patrocinada pela Adsmovil para apontar o perfil e preferências dos usuários de mobile. Para isso, as empresas observaram o comportamento de pessoas conectadas com idade entre 14 e 55 anos com relação às marcas e sistema operacional mais utilizados, tempo médio de navegação, rede sociais e outros aspectos relacionados à publicidade mobile. O estudo traz ainda a divisão por subamostras das quatro gerações: millenials, geração Y, geração X e boomers.

O CEO da Adsmovil Alberto Pardo comenta as oportunidades que o estudo revela para publicidade mobile. "Os dados mostram a publicidade mobile como excelente opção para atingir o público mais jovem, especialmente da geração millenial, que passa em média mais de 4h por dia em seus smartphone. Esta é a geração que está mais exposta à mobile advertising", diz. "O estudo aponta o desafio para a indústria mobile de criar soluções que possam despertar a atenção dos usuários via publicidade, já que 1/3 nunca presta atenção para este tipo de propaganda", comenta.

O material completo está disponível para download gratuito no site da Adsmovil (clique aqui).

Confira abaixo alguns insights gerados pelo estudo:

O brasileiro e os dispositivos móveis

Algumas das conclusões do estudo mostra que entre os usuários de dispositivo móvel, o smartphone é o aparelho com maior penetração (90%), sendo que a maioria tem aparelhos Android (78%) e são da marca Samsumg (34%).  De acordo com o levantamento, o momento mais comum para ao uso de celular é em casa, onde a conexão é melhor. No entanto mais da metade das conexões (58%) já é feita por plano de dados. O estudo mostra a geraçãomillenials como a mais conectada, passando em média 4h30 por dia na internet pelo celular. 

Relacionamento com os meios

A análise do estudo mostra como a internet é indispensável entre todas gerações. Do ponto de vista de publicidade, para um target mais maduro talvez ainda faça sentido ter maior concentração do budget para meios tradicionais, mas quando se quer atingir os jovens não se pode pensar um plano de mídia sem considerar mobile.

Mobilers na internet

O principal uso dos dispositivos móveis é acessar redes sociais e aplicativos de bate-papo diariamente. O Facebook aparece como a rede social mais acessada e o vínculo com esta rede é tão forte entre as gerações, que os usuários acessam no mínimo de três a quatro vezes por dia. Já as redes sociais audio/visuais como YT e IG são mais frequentes entre os jovens. Quando o tema é apps, em média os usuários possuem 20 deles instalados nos dispositivos e apenas seis são utilizados semanalmente.  Os sete apps mais acessados são para socializar, bater papo, ver e ser visto.

Mobilers e publicidade

O estudo mostra que a geração dos millenials (57%) é a mais exposta à publicidade nos dispositivos móveis e é pelo Facebook que as marcas estão conseguindo se relacionar com os mobilers. Youtube aparece em segundo lugar como com segundo maior canal de visibilidade da publicidade. Os usuários móveis preferem ter o controle sobre o que escolhem dar atenção, rejeitando o que é invasivo. A pesquisa mostra que 2/3 dos mobilers prestam atenção à publicidade na internet às vezes e 1/2 nunca presta atenção. Os principais motivos para os jovens prestarem atenção na propaganda é ganhar algo em troca, o visual/design, interesse pela categoria e humor. Já entre as gerações mais experientes o interesse pela marca em questão é predominante.

Dados da pesquisa

Pesquisa no formato de questionário on-line com 1.200 entrevistas. A amostra do estudo contempla homens e mulheres de 14 a 55 anos, que possuam aparelho celular ou tablet com acesso à internet, sendo da classe ABC, em 9 cidades. O objetivo da pesquisa era entender o comportamento deste target, suas preferências e seu perfil, e, assim, descobrir as oportunidades de mercado para publicidade mobile no território brasileiro.