Notícia:

26 NOV 2015

A penetração de smartphone é maior entre os mais jovens no Brasil e diminui conforme a idade aumenta. Essa correlação com a faixa etária já era imaginada, mas agora foi confirmada por uma pesquisa realizada pela Oi com 5 mil pessoas, usuárias de todas as operadoras e assinantes de todos os tipos de planos de telefonia móvel. 53% dos brasileiros até 29 anos possuem smartphones. No grupo entre 30 e 45 anos, a penetração cai para 43%. E entre aqueles com mais de 45 anos, somente 24% possuem smartphones.

 

A importância conferida ao serviço de Internet móvel também é maior entre os mais jovens. A pesquisa solicitou que cada entrevistado dividisse 10 pontos entre três serviços, de acordo com o valor que dá para cada um deles no celular: voz, dados e SMS. O serviço de voz foi o campeão nas três faixas etárias, subindo sua pontuação conforme a idade: 4.3 pontos no grupo até 29 anos;  4.8, entre 30 e 45 anos; e 5, acima de 45 anos. Em segundo lugar veio o serviço de dados, que recebeu notas 3.8, 3.2 e 3, respectivamente. Por fim, o SMS é o menos valorizado: 1.9, 2 e 2.

 

A Oi mediu também o uso de múltiplos SIMcards em um mesmo aparelho. Segundo a pesquisa, 32% dos jovens até 29 anos têm mais de um chip; a proporção sobe para 46% na faixa entre 30 e 45 anos; e cai para 41% no grupo acima de 45 anos.

 

Novos planos

 

Com base nessa pesquisa, a Oi moldou seus novos planos pós-pagos e controle, batizados agora como Oi Mais e Oi Mais Controle e divididos em três níveis: básico, intermediário e avançado. Tal como em seus novos planos pré-pagos anunciados no começo do mês, não há diferença no preço das tarifas on e offnet. Além disso, conforme adiantado por MOBILE TIME, os novos planos pós-pagos incluem serviços de valor adicionado, com a degustação de serviços de música, antivírus e clube de apps.