Notícia:

04 FEV 2015

O volume de tráfego de dados móveis no mundo crescerá quase 10 vezes nos próximos cinco anos, passando de 30 exabytes, em 2014, para 292 exabytes, em 2019 (um exabyte é igual a um quintilhão de bytes ou um bilhão de gigabytes). As estimativas são da nova edição do Cisco Visual Networking Index (VNI), divulgado pela Cisco nesta semana.

 

Os principais fatores para o crescimento, segundo o estudo, são a adoção contínua de dispositivos móveis mais potentes e conexões máquina a máquina (M2M), combinadas a um acesso mais amplo a redes celulares mais rápidas. Em 2014, 88% do tráfego global de dados móveis foi de tráfego inteligente, com capacidades de computação/multimídia avançadas e velocidade mínima de conectividade 3G. Em 2019 esse número deverá subir para 97%.

 

A conexão 3G, por sinal, deve superar a 2G como a maior tecnologia celular em 2017. Dois anos depois as redes 3G vão suportar 44% dos dispositivos móveis e das conexões globais, enquanto que as redes 4G deverão suportar 26% das conexões.

 

As projeções da Cisco também mostram que em 2019 haverá 5,2 bilhões de usuários com dispositivos móveis (superando os 4,3 bilhões em 2014). Em 2014, quase 59% da população mundial (7,2 bilhões de pessoas) eram usuários móveis e, em 2019, este número deverá subir para mais de 69% da população mundial (7,6 bilhões de pessoas).

 

Em termos de conexões, em 2019 haverá cerca de 11,5 bilhões de conexões móveis, incluindo 8,3 bilhões de dispositivos móveis pessoais e 3,2 bilhões de conexões M2M (superando os 7,4 bilhões totais de dispositivos móveis e conexões M2M em 2014).